8/25/2015 12:06:00 PM



ACEITAÇÃO OU REBELDIA?!




Olá cacheadas! Prazer ,
meu nome é Jéssica, tenho 20 anos, moro em Vinhedo - SP e hoje quero compartilhar da minha experiência nesse blog cheio de amor e cachos claro :)


No inicio é difícil compreender que ser diferente é ser especial, e eu não entendia muito o porquê de eu e algumas pouquíssimas meninas termos os cabelos crespos e todo o resto da humanidade ser de cabelos lisos (risos).

Não tinha muito o problema de me aceitar até eu definitivamente me tornar independente aos meus cuidados pessoais, pentear cabelo cacheado sozinha, hidratar sozinha, lavar sozinha, sentir na pele sozinha o que é cuidar dos meus próprios cachinhos.

Nessa fase tornamos isso um bicho de sete cabeças quando na verdade tudo é preguiça, falta de conhecimento e ação $$ monetária mesmo em pesquisar e cuidar do ideal para cada tipo.

Até os meus 14 anos sempre mantive meus cabelos virgens de qualquer tipo de química, era zoada na escola por apelidos que eu aceitava, porém que incomodava às vezes (Bombril, Elba Ramalho, Cabeluda, etc.) até que, com essa idade tive uma epidemia de piolhos, já havia tido quando criança, mas aos 14 anos já tinha feito de tudo para eliminar e recomendaram pra minha mãe que a progressiva acabava e não voltava mais!





.



Minha mãe já conhecia a progressiva e pelo simples fato de 
conhecer os efeitos dela não queria de forma alguma que eu fizesse e desmanchasse os cachos que me faziam parar pessoas na rua para elogiar e até mesmo querer pegar neles.


Então optamos pela química do famoso RELAXAMENTO que se dizia não alisar mas diminuir volume e soltar os cachos. Finalmente me livrei das praguinhas e a partir daí começou todo o sofrimento em se tornar escrava do RELAXAMENTO, isso mesmo ESCRAVA! O primeiro foi muito tranquilo pelo fato de ser um cabelo natural e por eu ter gostado do efeito quis fazer de novo e de novo sempre na raiz do cabelo.










Fiz mechas californianas em casa com uma amiga e "tcharãn" estava ainda mais apaixonada pelo meu cabelo.
O tempo passando, cortes mudando, tendências novas e resolvi que estava enjoada das mechas e que iria cortar, porém dessa vez fazer relaxamento no comprimento inteiro do cabelo (pior decisão da minha vida).

Não compartilhei que sou evangélica e deixando claro que independente e seja qual for a crença de cada um, eu particularmente amo e gosto muito de ouvir e receber o melhor de Deus pra mim e Ele me pediu pra que eu não cortasse o meu cabelo. Eu infelizmente só me dei conta quando vi as mechas no chão e não imaginaria as circunstancia daquilo.
Você deve estar pensando nossa, mas Deus te castigou?! Não acho que seja um castigo, mas uma forma de me mostrar que a partir do momento que escolho viver para Ele, ser dependente d’Ele e me lembrar de que tudo vem d’Ele, que Ele me criou; quem melhor do que Ele mesmo pra saber e me alertar do que é saudável para minha vida?! Pois é cacheadas meu cabelo perdeu a total forma, sem cachos algum, ficou seco, com aparência de uma progressiva, estranho e num estado que me custou muito, muito mesmo!
Nas primeiras semanas eu curtia e pensava que eram apenas as primeiras semanas e que os cachos iriam voltar hahaha que bobagem a minha não?!









Bom eu tentei viver e infelizmente não conseguia obter sucesso com os queridinhos como antes, já não aguentava mais minha mãe irada pelo fato de cada dia ele estar pior... Na verdade o pior estava por vir, andei pelos salões mais conceituados da minha cidade e todos me disseram a mesma coisa “vai ter que esperar crescer e talvez não volte do mesmo jeito que era antes”, doía e como doía ouvir as mesmas respostas sempre! Foi quando decidi esperar e gastar notas e notas com shampoos e produtos para crescimento, o resultado?! Deplorável!!!!











Resumindo tudo, meu cabelo demorou para voltar e as poucos foi pegando sua forma, me sentia com capacete com toda a raiz cacheada e volumosa, e o restante das pontas baixa e lisa. Foi onde coloquei meu dom de tranças pra fora e comecei a mante los “presos”.






Voltei a sorrir e ter esperanças e quando ele cresceu completamente com os cachos, eu não suportava o volume e decidi mais uma vez relaxar a raiz achando que não aconteceria novamente. Aconteceu só que em um pedaço do cabelo rs, foi onde depois de ANOS com acesso a internet encontrei blogueiras cacheadas que ajudavam umas a outras com dicas e sabe quando eu descobri isso?!O Ano passado, de verdade!!! Só em 2014 conheci que esperar se tem um nome (Transição), cortar a parte lisa (Big Chop), fitagens, o famoso e milagroso Difusor. Sinto-me uma cacheada das cavernas em dizer que depois de tanto tempo, só com 19 anos comecei a conhecer o tipo do meu cabelo, quais produtos corretos usar e qual forma saudável de cuidar deles.

SIM ESTOU NA RETA FINAL DA MINHA TRANSIÇÃO!!!!Ufaaaa, voltando com tudo com meus poderosos hahahah.
Engraçado que até as minhas amizades masculinas diziam que me preferiam de cachos, claro que tinha alguns que diziam que o liso ficava legal e foi com os comentários deles que com mais força definitivamente optei por NUNCA mais passar nenhuma química que NÃO favorecesse aos meus cachos, tanto como em defini-los quanto em hidratá-los. Sou muito mais feliz em saber que tenho mais opções de ficar com estilo de cabelo que eu quiser porque ele fica de qualquer jeito, o contrário de muitos lisos naturais que não pegam cachos.
Seguem fotos de como estou hoje, a louca dos óleos, hidratações, bepantol, ativador de cachos, ampolas, difusores e claro muita LIBERDADE pra quem nasceu pra ser livre e natural!!!!
Em dezembro finalizo a espera dessa interminável transição e volto para compartilhar meus cuidados e de como estarão a definição deles.
Ainda estou aprendendo muito de como lidar com os “day after”, quando não querem ser domados de forma alguma e por isso dou uma diferenciada com uma escova e chapinha que tão o toque e a praticidade do dia a dia.











Assuma, aceite e caracterize! Agradeça por ser diferente e não se esqueça de aumentar o volume do que defini com prazer à felicidade de ser quem é!



  • Share:

You Might Also Like

4 comentários

  1. adoreei sua historia,seu cabelo ja ta lindoo,eu também estou em transição confesso que não esta nada facil,mais vou conseguir.
    amei seu blog estou seguindo haha!
    da uma olhadinha la no meu,la falo de varias coisas e também sobre a minha transiçao :)
    beijos :)

    http://deeboragalvaao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Débora, ameeeeeeeeeeei o seu cabelo!!! Tem cachos tão fofos!!
      Aguenta firme muié, cê vai conseguir! É difícil esperar é, masss tudo que vem com o tempo vem caprichado e olha só como já está o seu?! Meus parabéns e continue nessa determinação, porquê estes cachos vão te surpreender!
      Grande beijo <3

      Excluir
    2. Fico feliz por ter gostado do meu blog ♥ Caso queira compartilhar sua historia quando acabar sua transição o convite esta feito . E continue assim firme e forte pois a recompensa é maravilhosa , beijos.

      Excluir
  2. Parabéns 👏 👏 👏
    As vezes temos que passar por certo tipo de coisa pra aceitar como somos mas lindas com nossos cachos perfeitos.

    ResponderExcluir